Cotidiano

Foi presa a atriz pornográfica que revelou alegada relação sexual com Trump

A atriz pornográfica Stormy Daniels foi presa num clube de striptease em Ohio. O advogado da atriz que acusa Trump de ter tido um caso consigo afirma tratar-se tudo de "uma encenação".

Atriz pornográfica, Stormy Daniels, que revelou um alegado envolvimento sexual com Donald Trump, foi presa num clube de striptease, em Ohio, por ter deixado um dos clientes do clube tocar-lhe enquanto se encontrava em palco, o que constituiu um crime naquele Estado norte-americano.

O seu advogado, Michael Avennatti, afirmou que a acusação é “políticamente motivada” e de se tratar de “uma encenação”.

Stormy Daniels encontrava-se num clube de striptease em Columbus, Ohio, quando terá sido tocada “de uma forma não sexual”, segundo o seu advogado. A acusação deve-se a uma lei do estado de Ohio chamada de “Community Defence Act” (Lei de Defesa Comunitária, em português) que proíbe alguém de tocar numa bailarina que esteja nua ou parcialmente nua, a menos que se trate de um membro da sua família.

Numa série de publicações feitas no Twitter em que se pronunciou sobre o caso, Michael Avennatti, questionou as motivações por detrás desta detenção, afirmando que esta “tresanda a desespero”. O advogado sublinhou ainda que irão “lutar contra todas as as acusações”.

 

Stormy Daniels, nome artístico de Stephanie Clifford, acusou o presidente norte-americano de ter tido relações extraconjugais com ela quando era casado em 2006 e de ter recebido 130 mil dólares para manter o seu silêncio. Donald Trump negou sempre estas acusações, apesar de raramente se pronunciar sobre o caso.

comentários

comentários

Tags
Mostre mais

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios