CotidianoEntretenimentoMaranhãoPolítica

Prefeitura realizou cerca de 12 mil atendimentos na rede municipal de saúde durante o Carnaval

Com unidades de plantão 24 horas, ações de prevenção às ISTs/AIDS no circuito da folia e reforço na frota do Samu, gestão municipal garantiu assistência aos foliões no período carnavalesco

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), divulgou o balanço final das ações de atendimento nas áreas de urgência e emergência e na prevenção de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) durante o Carnaval 2019. De acordo com dados da Semus, foram realizados cerca de 12 mil atendimentos na rede que esteve de plantão 24 horas.

Foliã é atendida por equipe de saúde da Prefeitura de São Luís durante o Carnaval 2019

Outra ação importante foi a prevenção das ISTs/AIDS, no circuito da folia – Passarela do Samba, Beira-Mar, Centro Histórico, Madre Deus e Ceprama. De acordo a Semus, foram distribuídos 57.600 preservativos e 64 mil unidades de gel lubrificante. Cerca de 800 pessoas foram orientadas a procurar as unidades de saúde para tomar a vacina da Hepatite B como medida de prevenção de infecções por sexo desprotegido.

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, ressalta o comprometimento da gestão do prefeito Edivaldo para garantir assistência aos foliões. “Toda a estrutura da rede de urgência e emergência foi reforçada com insumos e profissionais, visando garantir a assistência, e os resultados mostram que tanto as ocorrências de menor gravidade quanto os casos graves foram prontamente atendidos”, explicou o secretário.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que funcionou com reforço na frota habitual, recebeu quase 2.250 chamadas entre os dias 2 e 5 de março (de sábado a terça-feira de Carnaval). De acordo com dados do órgão, foram, em média, mais de 90 trotes por dia de Carnaval.

Durante a festa, a população contou com as unidades mistas do São Bernardo, Coroadinho, Itaqui-Bacanga e Bequimão; os socorrinhos do Cohatrac e São Francisco; a Unidade de Pronto Atendimento municipal na zona rural, no Distrito Industrial; o Pronto-Socorro do Anil; os Socorrões I e II; e o Hospital da Criança.

Além desta estrutura, uma unidade móvel de atendimento foi montada ao lado da Passarela do Samba para o atendimento ao público. Na estrutura, foi dado suporte em especial para pacientes que, devido ao exagero na bebida alcoólica, apresentaram sintomas de desidratação.

 

 

comentários

comentários

Tags
Mostre mais

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios