CotidianoMaranhão

Comandante do CBMMA fala sobre o Colégio Militar 2 de Julho e o trabalho em defesa dos desabrigados pelas enchentes no Maranhão

O comandante disse que está satisfeito com o resultado alcançado pelo Colégio Militar 2 de Julho

[dropcap]O[/dropcap] comandante do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Maranhão (CBMMA), coronel Célio Roberto, foi o entrevistado do programa “Portal da Assembleia”, no quadro “Sala de Entrevista”, da TV Assembleia, exibido nesta segunda-feira (29).

Dentre outros assuntos, ele falou sobre as ações realizadas pela corporação em relação às enchentes, o aumento da demanda por vagas no Colégio Militar 2 de Julho e sobre o X Seminário Nacional dos Bombeiros, a ser realizado em São Luís.
O comandante disse que está satisfeito com o resultado alcançado pelo Colégio Militar 2 de Julho.

Colocamos uma disciplina para os alunos que, graças a Deus, é muito bem absorvida e os resultados que a escola obtém derivam disso. Hoje, as crianças e jovens querem que se cobre respeito e que se dê respeito. E isso tem feito com que tenhamos esse retorno e reconhecimento da sociedade. Educação não é só responsabilidade da escola, mas também dos pais”, enfatizou.
O coronel informou que, no fim do ano, será aberto processo seletivo para o ingresso na instituição. “Esses alunos, de certa forma, representam a nossa instituição. O uniforme que eles vestem, cujas cores remetem ao Corpo de Bombeiros, engrandecem e enaltecem a nossa corporação”, esclareceu.
Trabalho preventivo
De acordo com o comandante Célio Roberto, o Corpo de Bombeiros realiza um trabalho preventivo em relação às enchentes, por meio da Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil, planejando a utilização de forma eficiente de seus recursos materiais e humanos. Ele revelou que, até agora, dentro da Grande Ilha, somente os municípios de Paço do Lumiar e São José de Ribamar decretaram estado de emergência devido ao impacto das chuvas.
“Desde 2016 que o Governo do Estado, por determinação do governador Flávio Dino (PCdoB), implantou os Comitês de Emergência, coordenados pelo secretário Chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, para atuar durante o período chuvoso. Esse comitê é constituído por diversas secretarias e cada uma atua com sua política pública dentro de uma ação integrada. Temos atuado em todo o território estadual. Tivemos, no mês de março, comparado com outros anos, um volume de chuvas que não se via desde 1974”, destacou.
Número de desabrigados e desalojados
O comandante revelou que, no Maranhão, já são mais de 7 mil desabrigados e  dez mil desalojados pelas enchentes e que, se forem consideradas todas as pessoas afetadas de alguma forma pelas fortes chuvas que têm caído  sobre o estado, já são mais de 284 mil e 500. “Esses números, é bom que se diga, são registrados pelos próprios municípios, por meio do sistema integrado de informações sobre desastres”, ressaltou.
Atuação na tragédia humana e ambiental de Brumadinho
Célio Roberto destacou a atuação dos membros do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Maranhão na tragédia humana e ambiental de Brumadinho (MG), com a participação de 22 militares, cujo trabalho realizado teve reconhecimento nacional e internacional. “Destaco a decisão do governador Flávio Dino em enviar esse contingente de militares para prestar essa ajuda humanitária nessa que foi a maior tragédia ambiental já vista no mundo. Estamos preparados e treinamdos para isso e quando atuamos, acumulamos experiências”.
X Seminário Nacional dos Bombeiros
Na ocasião, Célio Roberto anunciou que será realizado, em São Luís, nos dias 12, 13 e 14 de novembro, o X Seminário Nacional dos Bombeiros. “Nosso estado e nossa cidade terão a honra de receber um evento dessa monta.

É o maior evento de bombeiros da América Latina e espera-se a participação entre três a cinco mil participantes, não somente de bombeiros brasileiros, mas de outros países”, complementou.


Por fim, o comandante Célio Roberto reconheceu e agradeceu ao governador Flávio Dino e ao secretário de Estado de Estado de Segurança Pública, Jefferson Portela, pelo apoio que tem dado à corporação.

Nesses último quatro anos, temos nos expandido muito, graças ao apoio que temos recebido. Neste governo, já tivemos a implantação de 12 novas unidades do Corpo de Bombeiros Militar e, assim, estamos podendo ajudar mais a nossa população”, frisou.

comentários

comentários

Tags

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido.
Close

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios