Discussão por conta de choro de criança autista termina em tragédia em Teresina

0

Uma discussão familiar terminou em tragédia em Teresina, na manhã deste sábado (30)

O fato ocorreu em um condomínio na Rua Porto, bairro São Pedro, zona sul da Capital. De acordo com a PM, três pessoas foram baleadas, sendo que duas delas estão em estado gravíssimo no Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Tudo começou quando uma criança com transtorno do espectro autista (TEA), que é filho de um homem identificado como Felipe Holanda, começou a chorar, fato que teria incomodado o instrutor de tiros, Daniel Flauberth, cunhado de Felipe. Irritado com a reclamação, Felipe teria partido para cima do cunhado com uma faca. Daniel Flauberth revidou e atirou em Felipe Holanda na perna.

Os dois entraram em luta corporal e Daniel acabou atingindo a babá do sobrinho, identificada como Juliana da Silva, com um tiro na cabeça. Felipe, que foi baleado na perna, teria conseguido tomar a arma e atingido Daniel com um tiro na cabeça.

As informações foram confirmadas pelo major Tales, subcomandante do 1º Batalhão da Polícia Militar.

“A ocorrência envolveu vários familiares aqui em um condomínio. Ao todo três pessoas ficaram gravemente feridas. Foram dois cunhados e uma empregada doméstica. Eles foram socorridos e encaminhados pelo Samu para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT)”, afirmou o oficial.

A Polícia Militar isolou a área e a perícia foi acionada para realizar os primeiros levantamentos. Não foram contabilizados óbitos, mas o caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

Daniel Flauberth é esposo da ginecologista Lorena Guimarães, que é irmã de Felipe Holanda.

comentários

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui