Política

ELEIÇÕES 2018 – ACM Neto dá ultimato a Alckmin: “É preciso que você prove sua viabilidade eleitoral”

ELEIÇÕES 2018

[dropcap]E[/dropcap]m um jantar realizado no noite desta quartya-feira,04, na casa do presidente nacional do  PRB, o ex-ministro Marcos Pereira, o presidente nacional do DEM e prefeito de Salvador, ACM Neto, e o presidente nacional do PSDB e candidato à Presidência da República, Geraldo Alckmin, aprofundaram conversas sobre uma provável alianças entre as duas legendas para as eleições presidenciais de outubro.

A conversa entre os dois partidos já vem acontecendo há dias para forção da chapa PSDB-DEM. Na sua visita a Caruaru, final de junho, Alckmin revelou desejo de ter os democratas como aliado e seu vide seja da região Nordeste.

O nome mais cotado é o do ex-ministro da Educação, o deputado federal Mendonça Filho (DEM-PE).

 

No jantar, porém, ACM Neto deu um ultimato à Geraldo Alckmin: “É preciso que você prove sua viabilidade eleitoral” – revelou o Blog do Camarotti, nesta quinta-feira, 05.

Namoro dos partidos

Segundo o jornalista – que acompanhou o jantar – participaram do encontro, representantes do DEM e do PP, além do próprio PRB.

“O jantar foi uma forma de Alckmin tentar barrar o movimento de partidos do Centrão que querem apoiar a candidatura de Ciro Gomes (PDT). O PR, que já está com namoro avançado com a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL), não participou do encontro”, revela o blog.

Geraldo Alckmin foi alertado antes do encontro de que precisava reverter a tendência do PP se aliar a Ciro e refazer o ambiente com o DEM. Isso porque existe uma ala do DEM, liderada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), que avalia que a grande rejeição ao PSDB dificulta o crescimento de Alckmin na disputa presidencial.

O presidenciável tucano também teve uma conversa reservada e longa com ACM Neto, na presidência do DEM, antes do jantar.

ACM Neto-Priscila Petrus

Movimento no PSDB

No PSDB, há uma preocupação com o movimento dos partidos do Centrão em busca de outras alternativas. No entanto, integrantes do Centrão avaliam que o principal movimento para esvaziar Alckmin está dentro do PSDB. E que, apesar das negativas, há um grupo de tucanos que defende a substituição da candidatura de Alckmin pela do ex-prefeito João Doria, pré-candidato ao governo de São Paulo – revela Camarotti.

Essa tese é bem vista no Palácio do Planalto pelos interlocutores mais próximos de Michel Temer. Isso tem irritado profundamente o grupo de Alckmin.

Representante do Centrão avaliam que após o jantar Geraldo Alckmin ganhou mais tempo para tentar costurar o apoio do DEM e tentar mudar o rumo do PP. Mas há um reconhecimento que não será uma tarefa fácil. “Alckmin ganhou sobrevida. Já tinha sido dada a extrema-unção, mas ele permanece na UTI”, revelou um dos participantes do jantar ao blog.

(Por Gil Maranhão. Agência Política Real – com informações. Edição: Genésio Jr.)

 

comentários

comentários

Tags

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios