CotidianoMundo

Italianos em situação dramática

Os hospitais italianos estão a viver uma situação dramática a todos os níveis.

Os pacientes vão começar a ser mandados para unidades remotas, alguns hospitais tiveram de eliminar alas menos necessárias e em breve vão ter de escolher quem vão salvar e quem vão ter de deixar morrer.

A situação é contada por Lorenzo D’Antiga, diretor das unidades de pediatria e transplante do Hospital Papa João XXIII em Bérgamo, à nossa correspondente Giorgia Orlandi.Lorenzo D’Antiga: As camas estão saturadas, estamos mesmo com problemas. Temos de mandar pacientes para outros hospitais, mas todas as UCI da região estão cheias. é um grande, grande problema. Todos os lugares estão ocupados. 20 lugares estão ocupados por pacientes com outros problemas e 80 por doentes de COVID, por isso não sobram camas.

 

O que vão fazer?

Vamos entubar os pacientes algures no hospital. Nas urgências, diria. Depois vamos ter de os levar para hospitais mais longe, porque os hospitais da região estão todos nesta situação. Há muitas entradas, mas quase não há saídas. Temos de substituir as alas de medicina interna, gastroenterologia e até a ala de neurologia para abrir espaço aos pacientes de coronavírus. Metade do hospital está a trabalhar com estes pacientes.

comentários

comentários

Etiquetas

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios