Maranhão

Mozart Baldez continua liderando enquete após excelente desempenho em debate

Segue o líder

[dropcap]O[/dropcap] advogado Mozart Baldez, candidato à presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Maranhão pela Chapa 1 – Reconstruir é a Ordem, lidera parcialmente com 39% dos votos válidos, uma enquete feita pelo blog do jornalista Diego Emir, que abordou a classe advocatícia a respeito da intenção de votos para a Seccional maranhense da OAB nas eleições da entidade que acontece nesta sexta-feira (23).

O desempenho de Baldez no levantamento pode ser medido antes e depois do debate promovido pela Rádio Difusora FM (94,3), dentro do Programa Ponto e Vírgula. Antes do inicio do evento às 17h30, o candidato da Chapa 1 marcava um desempenho de 7%, empatado com Samara Baraúna, com 7% e atrás de Brissac, com 41% e Thiago Diaz, com 44%, que até aquele momento liderava a amostragem parcial.

As intenções de voto mudaram drasticamente com o fim do debate entre os candidatos, quando Baldez pelo bom desempenho apresentado no evento, realizado na quarta feira (21), pelo programa Ponto e Vírgula, comandando por Marcelo Minard e Jhon Cutrim. Até às 14:00 desta quinta-feira (22), o líder da Chapa 1, era o primeiro colocado com 39%, equivalentes a 674 votos. Thiago Diaz aparecia em segundo lugar com 29% – 504 votos, seguido de Brissac, com 18% – 314 votos e Sâmara Baraúna, com 11% – 196 votos. O debate que foi transmitido em cadeia, conectado com várias rádios pelo Maranhão, foi uma oportunidade dos candidatos exporem suas ideias aos advogados e a toda população maranhense.

DADOS DA ENQUETE
A enquete foi ao ar na tarde de hoje, horas antes do debate, e ficará disponível até amanhã. Serão mais de 48 horas em que os advogados podem mostrar a intenção do voto em uma simples abordagem. Enquetes como essas permitem apenas um único voto e o registro leva em conta o IP do computador do internauta. O “IP” é uma espécie de número de identidade da máquina.

Até às 14h, os votos válidos na enquete somavam 1.688. É uma amostragem satisfatória e muito se aproxima das amostras registradas por tradicionais institutos de pesquisa.

comentários

comentários

Tags

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios