Cotidiano

O PADRASTO MONSTRO DE MEDICILÂNDIA

PADRASTO ESTUPRA E EM SEGUIDA MATA ENTEADA NO INTERIOR DO PARÁ.

Um crime cruel que chocou a população de Medicilândia, que fica a cerca de 80 km de Altamira, no sudoeste paraense.

Uma menina alegre e sorridente, assim Kaite Lorrane dos Santos Silva foi descrita por esse amigo que ainda não acreditava na morte da adolescente.

Lorrane tinha apenas 14 anos. A mãe foi quem percebeu o sumiço da filha pela manhã, após chegar do trabalho.

Com um vestido vermelho, o corpo da menina foi jogado em uma área de mata, em frente a casa que morava, no bairro Vila Nova.

De acordo com o Instituto Médico Legal – IML, que fez o trabalho de perícia e remoção, a menina tinha sinais de abuso.

O principal suspeito de cometer o crime é o padrasto da menina, segundo a perícia ele teria estuprado e, em seguida, assassinado a garota.

Dezenas de crianças foram estupradas e, ou mortas neste início de Outubro que ainda está começando.

Vizinhos informaram à polícia que era comum ouvir brigas na residência, e que as discussões eram constantes.

E ainda, que o principal suspeito, o padrasto, já havia agredido o irmão da vítima.

Na escola onde a jovem estudava, os alunos foram dispensados. Uma faixa preta em luto foi colocada no muro da instituição de ensino.

Um clima de tristeza e revolta entre os moradores da cidade que possui aproximadamente 32 mil habitantes.

A polícia segue investigando o caso. Diligências foram feitas até uma localidade onde o suspeito poderia estar.

Mas até o momento ele não foi encontrado.

A polícia recomenda que o acusado se apresente, até mesmo para resguardar sua vida, diante da comoção social que o caso gerou.

comentários

comentários

Tags

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios