PM MATA ESPOSA DEPOIS SE SUICIDA POR NÃO ACEITAR O FIM DO RELACIONAMENTO

0

Um policial militar matou a própria esposa e em seguida, cometeu suicídio em Peruíbe, no litoral de São Paulo, na manhã de segunda-feira 21/10.

De acordo com informações da polícia, a mulher havia terminado o relacionamento nos últimos dias e saído de casa.

O policial, porém, não aceitava essa decisão. O casal tinha três filhos pequenos.

Informações apuradas pelo G1 nesta segunda-feira apontam que o soldado da Polícia Militar Edson Melo matou a esposa, Ana Gabriela Perin Broesler, dentro do carro da família, depois de ela ter deixado os três filhos na escola, no bairro Jardim dos Prados.

De acordo com informações preliminares da polícia, a vítima foi baleada na cabeça, no abdômen e na coxa, sendo ferida por um total de três tiros.

Ana Gabriela chegou a ser socorrida com vida, mas morreu a caminho da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Peruíbe.

Após atirar contra a esposa e abandoná-la no local, Melo foi para casa, no bairro Vila Erminda, e se matou com um tiro na cabeça.

A Polícia Civil faz perícia no imóvel e, após ouvir testemunhas, descobriu que Ana Gabriela havia pedido a separação nos últimos dias, o que teria revoltado o soldado.

O caso foi registrado na Delegacia Sede de Peruíbe. Ainda não há informações sobre o velório e o enterro do corpo da mulher e do policial, já que ambos deverão passar por perícia.

A polícia também deve solicitar, nas próximas horas, imagens de câmeras de monitoramento próximas ao local para tentar entender como o crime ocorreu.

comentários

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui