Prefeitura de São Luís atende solicitação do Dr. Gutemberg  para  vacinar pessoas com comorbidades

0

Neste mês de maio, a Prefeitura de São Luís inicia a vacinação contra a Covid-19 para pessoas com algum tipo de comorbidade (hipertensão, diabetes, obesidade e outras).  Essa solicitação foi feita pelo vice-presidente da Câmara de São Luís, o vereador e médico Dr. Gutemberg (PSC), ainda no mês de abril.

“No início de abril, protocolei requerimento para o Prefeito Eduardo Braide e secretário Dr. Joel Nunes solicitando a inclusão imediata de pessoas com comordidades, síndrome de Down, taxistas, funcionários da limpeza pública, bancários e os funcionários do serviço funerário no Plano Municipal de Vacinação. Fico muito feliz que a solicitação foi atendida. E no final de abril veio a grata notícia de que o Governo Federal, também, orientou para priorizar a vacinação das pessoas com comorbidades”, destacou Dr. Gutemberg.

Já foi liberado o cadastro no site da Prefeitura (www.saoluis.ma.gov.br) para pessoas de 18 a 59 anos com comorbidades e Síndrome de Down. É indispensável a apresentação do relatório médico quando for se vacinar.

O parlamentar lembrou ainda que a primeira morte registrada no Brasil por Covid-19 foi a de um homem de 62 anos com hipertensão e diabetes, no Estado de São Paulo. Além disso, Dr. Gutemberg reforçou o pedido para que os bancários, garis e taxistas possam ser vacinados neste mês.

E em recente reunião com os representantes do Sindicato dos Correios, Dr. Gutemberg recebeu uma solicitação para que os servidores da classe também sejam vacinados de imediato.

“Tive uma produtiva reunião com os representantes da categoria: o Wilson Araújo da Federação Interestadual, o Márcio Martins e Josiel Costa do Sindicato dos Correios. Entendo que os Correios são essenciais e não podem parar. Por isso, fiz logo requerimento, que está em análise para ser encaminhado à Prefeitura de São Luís”  frisou Dr. Gutemberg

O vereador pontuou ainda que no exercício de suas profissões, mesmo seguindo os protocolos de segurança, os funcionários dos Correios, os taxistas, bancários e garis também estão diariamente em amplo contato com um grande número de pessoas.

Além da exposição, eles se tornam potenciais propagadores involuntários do vírus, pois estão em ambientes com alta possibilidade de contaminação.

“Esse pedido visa resguarda todos esses trabalhadores, que estão prestando um serviço indispensável e de risco, garantido a segurança e a manutenção da força de trabalho”, analisou Dr. Gutemberg.

comentários

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui