CotidianoPolítica

Presidente se recusa a divulgar gastos pessoais pagos pelo contribuinte

Cartões corporativos de Bolsonaro e Michelle já consumiram R$ 4,5 milhões

“O arrocho fiscal de Jair Bolsonaro vai da porta do gabinete dele para fora. Os gastos com os cartões corporativos da presidência são os maiores desde 2014”, informa o jornalista Lauro Jardim, em sua coluna. “Entre fevereiro e setembro deste ano — a fatura de janeiro não é contabilizada por se referir a 2018 — a Secretaria de Administração do Palácio do Planalto, responsável pelas despesas para Bolsonaro, desembolsou R$ 4,6 milhões com seus cartões”, pontua.

“O valor é 24% maior do que os R$ 3,7 milhões consumidos no mesmo período do ano passado; 55% a mais do que os R$ 2,9 milhões de 2017; 62% acima dos R$ 2,8 milhões de 2016 e 26% superior aos R$ 3,6 milhões de 2015. Protegidas pelo selo da segurança nacional, as compras para o capitão são sigilosas”, escreve ainda o jornalista.

https://br2pontos.com.br/bolsonaro-ses-recusa-a-dar-publicidade-aos-gastos/cartoes-corporativos-de-bolsonaro-e-michelle-ja-consumiram-r-45-milhoes-em-dinheiro-publico-despesas-secretas-so-aumentam/

comentários

comentários

Tags

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido.
Close

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios