Roubos e furtos de bicicletas crescem em São Luís

0
https://ricardofonseca.tumblr.com/
https://ricardofonseca.tumblr.com/

Todos os dias, dezenas de pessoas têm de ir às delegacias mais próximas para registrar boletins de ocorrência sobre roubos e furtos de bicicletas na capital maranhense. A audácia dos bandidos não tem limites. Eles furtam em bairros nobres, dentro de condomínios de luxo e roubam a mão armada, principalmente em áreas turísticas, como a Avenida Litorânea, Lagoa da Jansen e Espigão Costeiro da Ponta d’Areia.

ARIELLA, 40 ANOS , PROFESSORA

image

Foto: arquivo pessoal da bicicleta furtada.

“Furtaram minha bike de dentro do meu condomínio (no saguão do prédio), no Cohafuma. Eles quebraram a corrente e o cadeado. Gostaria de entender por que misteriosamente as câmeras de segurança não registraram. Passei 3 dias verificando as imagens e nada apareceu!”, contou indignada a professora. 

LORENA , 25 ANOS, ENGENHEIRA 

image

Foto: arquivo pessoal da bicicleta furtada.

“Estava voltando do Espigão umas 19h30, entrei na Lagoa (da Jansen), em frente ao Hotel Stop Way, foi quando dois homens que estavam em uma bicicleta na minha frente pararam bruscamente. O que estava na garupa me derrubou falando palavras de baixo calão, cai com tanta força que ralei braços e joelhos no asfalto. Um deles pegou a bicicleta e foi embora. Fiquei tão traumatizada que até hoje não tive mais coragem de comprar outra e nem mesmo alugar”, disse a engenheira.   

ALBERTO JÚNIOR , 45 ANOS , EMPRESÁRIO

“Fui assaltado era aproximadamente 17h próximo ao Ed. Executive Lake na Lagoa, num trajeto que fazia quase todos os dias,  quando um homem puxou uma arma anunciando o assalto, levou dinheiro, celular e minha bicicleta novinha. É lamentável que não haja um policiamento ostensivo, para combater esses crimes em plena área nobre”, disse o empresário.

Atualizada em 13/03 às 10h35. 

FLÁVIO, 41, FUNCIONÁRIO PÚBLICO

image

“Colocaram revólver na minha cabeça na Lagoa atrás do posto policial, demorei só 30 segundos pra chamar os policiais, que infelizmente não conseguiram pegar os bandidos. Não sei se consigo voltar a pedalar novamente”, disse o funcionário público federal.

PRINCIPAIS OCORRÊNCIAS

image

Foto: Daniel Martins/ 9D Studio.

O Blog entrevistou com exclusividade um Investigador da Polícia Civil, responsável pelas áreas do São Francisco, Renascença I e II, Ponta D´areia, Península,  Litorânea e proximidades, que disse o seguinte:

“Quanto a locais onde mais ocorrem esses roubos, indiscutivelmente é na Lagoa da Jansen e vizinhanças. Principalmente  nas proximidades da Ilhinha (bairro popular), onde o produto do furto geralmente é encaminhado e, em alguns casos até encontrado”.  

“ Os ladrões não escolhem muito dia e hora, querem lugares ermos, onde as pessoas estejam praticando ciclismo, havendo casos até de abordagens nas avenidas, principalmente à noite”.

“Na grande maioria dos casos aqui em São Luís, os assaltantes fogem pra Ilhinha, é verdade! Muitos deles são bastante conhecidos da polícia, inclusive alguns ex- presidiários ”.

“Existem dois tipos de polícias: a Militar que é mais ostensiva e a Civil que age depois que o crime acontece. A gente (Civil) procura registrar o Boletim de Ocorrência, encontrar o produto do roubo, devolve-lo ao dono e se possível identificar os autores desses crimes e prendê-los”. 

“ Em uma situação de assalto, recomendo que o ciclista não reaja em hipótese alguma, não faça movimento brusco e entregue o(s) produto(s). Porque tentar lutar contra o agressor pode custar a vida da pessoa, isso é um bem muito mais valioso e inegociável”. 

“Em locais ermos ou com bastante vegetação, os ladrões ficam escondidos fazendo uma “casinha” a espreita de suas vítimas. Portanto, é prudente evitar de transitar sozinhos e próximos a eles”.  

“Na ilhinha a gente vê muitas bicicletas caras, de marca, com pinturas especiais e de qualidade. Mas o que a gente pode fazer se não existe um cadastro nacional para identificação de propriedade com número de chassi e tudo? Lá também tem bicicletas que são furtadas em condomínios de luxo , não só as tomadas de assalto nas ruas, praças  e avenidas”. 

“As polícias civil e militar , tem se esforçado para conter essa onda de roubos e furtos de bicicletas na cidade”.

SEGURO DA BICICLETA 

image

Fazer o seguro total da bicicleta, ainda é a melhor forma de se prevenir contra esses crimes que são crescentes a cada dia na grande ilha. 

Apesar das autoridades policiais não divulgarem os dados oficiais sobre as verdadeiras estatísticas desses pequenos crimes como são chamados na linguagem técnica. Pelo numero de relatos nos grupos de pedais e na internet em geral, o Blog Propagando estima que a cada 10 bicicletas que circulam na cidade, pelo menos 3 são roubadas e/ou furtadas diariamente (Houve um caso em que foram 8 de uma só vez na Via Expressa). Um numero alarmante que necessita de políticas de segurança mais efetivas e emergenciais.  

comentários

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui