Cotidiano

Travesti é morta a tiros durante discussão por celula

A jovem foi baleada na cabeça no cruzamento da Avenida Cônego João Lima com a Bernado Sayão. O crime foi por volta de 22h30.

[dropcap]T[dropcap]ravesti é morta a tiros durante discussão por celular.

Uma travesti conhecida como ‘Jéssica’, de 23 anos, foi morta a tiros no setor Entroncamento, em Araguaína na noite desta terça-feira (2).

A jovem foi baleada na cabeça no cruzamento da Avenida Cônego João Lima com a Bernado Sayão. O crime foi por volta de 22h30.

De acordo com o que amigas da travesti disseram à Polícia Militar, ela trabalhava como prostituta e um cliente frequente chegou ao local em uma motocicleta preta durante a noite. Ele teria pedido a jovem que devolvesse um celular que tinha sido roubado.

A vítima teria então dito ao homem que o aparelho tinha sido roubado por outra pessoa e que não estava nas mãos dela. O atirador quis então que ela entregasse o próprio aparelho em substituição. Quando ela se negou, ele teria disparado.

O nome com que a vítima foi registrada pelos pais é Egnaldo Ananias de Sousa.

A PM informou que chamou a perícia e que as informações prestadas pelas testemunhas ainda estão sendo apuradas.

A Polícia Civil informou que até às 23h nenhum suspeito do assassinato tinha sido preso.

O Instituto Médico Legal foi ao local para recolher o corpo. A família da vítima ainda não foi localizada. O crime foi próximo a um bar na entrada da cidade.

comentários

comentários

Tags

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios