Cotidiano

Tristeza na alma”, diz mãe de motorista de app assassinado no DF

Vítima foi encontrada morta com um tiro na cabeça, na estrada Vicinal

O crime ocorreu no último domingo (10/02/2020)

A mãe do motorista de aplicativo assassinado no fim de semana (foto em destaque) lamentou a morte do filho, Túlio Russel César, 27 anos. Sheila Russel Kos, 48, afirmou que o sentimento no momento é de “tristeza na alma”.

O jovem foi encontrado com um tiro na cabeça, na estrada Vicinal (VC-311), no Sol Nascente, na manhã de domingo (09/02/2020).

Ao Metrópoles, Sheila disse que o filho tinha passado no concurso da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e tomaria posse no meio do ano.

“Ele era muito trabalhador, alegre e querido. Vivia na correria, trabalhando. Era um menino muito bom”, relembra.

A sensação de impunidade é outro sentimento que maltrata os familiares de Túlio.

Segundo Sheila, as leis não punem os criminosos de forma justa.

“Hoje em dia se rouba e se mata por nada. Ontem foi meu filho, hoje tem mais e amanhã mais um.

As leis não punem! Mesmo que peguem esses bandidos, eles vão ficar presos, comendo e bebendo às custas dos nossos impostos. Impostos que pagamos, mas não temos segurança”, desabafou.

Túlio era formado em direito pelo Centro Universitário IESB. Meses antes de começar a trabalhar como motorista de app, o jovem havia sido demitido de uma empresa que trabalhava com caminhões.

Ainda segundo a mãe do jovem, ele tinha experiência em estradas e refuta a versão de que o motorista teria atendido a um chamado feito no matagal, onde foi encontrado:

“Ele já sabia dos perigos. Não sei como isso aconteceu, mas ele foi levado para lá. Não foi para aquele local de boa vontade, ele não daria um vacilo desses.

A empresa só pensa em dinheiro. Acho que, para segurança dos motoristas, as viagens pagas em dinheiro deveriam acabar”, bravejou.

Protesto por segurança
Motoristas que prestam serviços para aplicativos fizeram um protesto na manhã desta segunda-feira (10/02/2020), por mais segurança para a categoria.

Só neste fim de semana, em menos de 24 horas, dois condutores foram alvo de bandidos.

A manifestação se concentrou no estacionamento do Mané Garrincha.

E as exigências, foram solicitadas informações do passageiro na plataforma e uma delegacia especializada no DF para atender condutores da categoria e entregadores de comida de empresas como IFood e Rappi.

Suspeitos
Poucas horas após o crime, dois suspeitos foram detidos por agentes da 23ª Delegacia de Polícia (P Sul).

Segundo informações do delegado-adjunto responsável pela investigação, Maurício Iacozzili, o caso está sendo tratado como latrocínio.

O celular da vítima foi levado pelos bandidos. Um menor foi apreendido e um homem acabou preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo.

“Nas diligências preliminares, os nossos agentes conseguiram localizar dois suspeitos que já têm passagens pelo crime de roubo com uma espingarda artesanal calibre .22 , compatível com a lesão encontrada na cabeça do motorista.”

https://www.metropoles.com/distrito-federal/seguranca-df/tristeza-na-alma-diz-mae-de-tulio-motorista-de-app-assassinado-no-df

comentários

comentários

Tags

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios