MaranhãoPolítica

Vereador ameaça ir à Justiça para garantir reforma da feira do Bairro de Fátima

“É absurdo o quadro que encontramos. Obra com dinheiro na conta, os feirantes passando por esta situação desconfortável, que atinge diretamente sua renda, e a empresa Primor Empreendimentos Ltda não dá conta, ou não tem interesse de terminar”, afirmou Castro.

O vereador Beto Castro (PROS), em discurso na Câmara Municipal de São Luís, desta terça-feira, 12, ameaçou ir à Justiça contra a empresa Primor Empreendimentos Ltda, por causa da paralisação do serviço de recuperação e melhoramento da Feira do Bairro de Fátima na capital maranhense.

Durante fiscalização do parlamentar, foram constatadas inúmeras irregularidades em relação às obras. Além do abandono por parte da empresa responsável, a estrutura construída já apresenta fissura, rachaduras, goteiras, além de o matagal ter tomado conta do local.

Segundo Beto Castro, a obra foi iniciada em maio de 2017 e tinha prazo de conclusão para setembro do mesmo ano. Foram destinados R$ 1 milhão de recursos do Governo Federal, por meio de emenda do deputado federal Rubens Júnior (PCdoB), mais um complemento da Prefeitura de São Luís para executar toda a obra e, mesmo assim, ela não foi concluída.

https://priscilapetrus.com.br/wp-content/uploads/2019/02/beto-priscila-petrus.jpg

Em razão da situação de abandono encontrada na feira do Bairro de Fátima, o vereador afirmou que desta vez pretende ir a Justiça, pra cobrar a empresa Primor Empreendimentos Ltda um cronograma sobre o andamento das obras, além de fazer representações no TCE e no TCU, diante dos investimentos do Governo Federal, para que eles exijam a conclusão das obras.

Uma obra paralisada gera muito mais prejuízos do que aquele representado pelos recursos até então empregados. Se preciso for, vou à justiça, precisamos da reforma, quero saber quando vai começar e quando vai terminar”, afirmou o parlamentar em discurso.

comentários

comentários

Tags

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido.
Close

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios