Cotidiano

Vídeo-Como funciona a câmera de calor dos bombeiros em busca de vítimas em São Paulo

São Paulo conta com uma importante ajuda da tecnologia na busca por sobreviventes nos destroços do prédio que sofreu um incêndio na madrugada desta terça (1º)

[dropcap]o[/dropcap]rpo de bombeiros de São Paulo conta com uma importante ajuda da tecnologia na busca por sobreviventes nos destroços do prédio que sofreu um incêndio na madrugada desta terça (1º) e desabou. As câmeras de calor, que já estão sendo usadas nas operações, serão ainda mais importantes conforme a temperatura dos destroços for diminuindo.Segundo o capitão dos bombeiros Marcos Palumbo, a câmera é uma ferramenta vital para a busca, já que conseguem encontrar calor ou frio residual, além das diferenças de temperatura que um corpo pode causar.

O funcionamento da câmera é bem simples e possui alguns modos, como demonstrado no vídeo abaixo. É possível a busca pela menor e maior temperatura e a simples visualização da temperatura em um ponto específico.

A ferramenta é capaz de auxiliar em momentos que nem mesmo o faro dos bem treinados cães dos bombeiros conseguem, já que, como visto durante o primeiro dia de buscas, o ambiente não é apropriado para os animais por conta da fumaça e do calor intenso que ainda emanam dos escombros.

Os homens do corpo de bombeiros trabalham com o número de 44 desaparecidos. O número cresceu no início da noite. No entanto, segundo o corpo de bombeiros, há apenas uma vítima dentro dos escombros, o homem que ficou pendurado em uma corda durante o salvamento pouco antes do desabamento do edifício.

comentários

comentários

Tags

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Adblock Detected

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios