MaranhãoPolítica

Fábio Macedo confirma visita de comissão de deputados à empresa Eneva

Luta pelo GNV

O presidente da Comissão de Assuntos Econômicos da Assembleia Legislativa, Fábio Macedo, confirmou a visita de uma comissão composta pelos deputados da Casa, dia 16 de maio, à empresa Eneva, que controla o Complexo de Produção de Gás Natural em Santo Antônio dos Lopes.

Na ocasião, a comissão de deputados pretende conhecer como de fato são as operações de extração, condicionamento e comercialização do Gás Natural para discutir em audiência pública seu uso como combustível veicular, entre outros benefícios para a população maranhense.

O gás natural é uma riqueza produzida no Maranhão, mas que não beneficia a população. Não é justo que não possamos colher os frutos do que é gerado aqui e pode trazer economia ao nosso povo. Essa visita a Eneva é muito importante, já que pouco conhecemos dos processos de exploração do gás. Tudo que for visto e discutido será posteriormente debatido na audiência pública do dia 22 de maio”, disse Fábio Macedo.

Luta pelo GNV

Fábio Macedo defende que parte da produção de gás natural do Complexo de Produção de Gás Parnaíba nos municípios de Lima Campos, Capinzal do Norte e Santo Antônio dos Lopes seja disponibilizada na rede de distribuição de combustíveis para ser utilizado por veículos automotores que trafegam no Estado.

Em 2018, Macedo chegou a se reunir com a direção da Eneva para discutir a viabilidade do projeto, visto que o Brasil é um dos grandes produtores mundiais de gás natural e o Maranhão precisa disponibilizar mais essa opção para a população, seguindo exemplos dos outros 17 estados que utilizam o gás, como Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina, Espírito Santo, Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Alagoas, Sergipe, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Amazonas e Goiás.

comentários

comentários

Etiquetas

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios